6 coisas que você precisa saber sobre os Seguros Empresariais 1


6-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-os-seguros-empresariais.jpeg

Sem dúvida, construir um negócio do zero não é fácil. E, assim como muitos empreendedores, você com certeza se preocupa em proteger o que já conquistou até aqui, certo? Nesse sentido, contar com um seguro empresarial pode ser um dos melhores investimentos para garantir que, se algo de ruim acontecer, tanto você quanto seus colaboradores terão toda a assistência necessária.

Como funciona esse tipo de seguro? Será que a sua empresa pode contratar um? Como encontrar a cobertura do seguro ideal para o seu negócio? Veja, neste artigo, tudo o que você precisa saber sobre o assunto a fim de tomar uma decisão consciente e acertada!

O que é o seguro empresarial?

O seguro empresarial é um meio eficiente de proteger empresas contra uma variedade de riscos e eventuais problemas, fatores que poderiam destruir anos de trabalho e tirar o emprego de muitas pessoas.

Estamos falando não só de acidentes como incêndios, enchentes e roubos — os tópicos mais comuns ao falar no assunto — mas também de situações como quebra de equipamentos, problemas com transporte de mercadoria e infinitas outras possibilidades.

Entre elas, podemos destacar também as opções de seguro disponíveis para os colaboradores da empresa. Aliás, alguns destes são até obrigatórios por lei, como é o caso do seguro para estagiário, no caso das empresas que contratam nesse regime. Os funcionários que possuem uma convenção coletiva exigindo seguro de vida ou auxilio funeral, também precisam estar assegurados, nessa caso o empresário deve consultar a convenção referente ao seu segmento.

Tudo isso deixa claro como as possibilidades e critérios de decisão são amplos. Logo, a boa pesquisa e a busca pela ajuda especializada de uma corretora de seguros se mostram fundamentais a fim de que você consiga fazer uma escolha acertada.

Algo que ainda deixa muitos empresários sem saber se vale a pena se informar melhor sobre isso é a ideia de que nem toda empresa pode fazer um seguro, apenas algumas companhias que possuam as condições ideais. Você também tem essa dúvida? Veja a resposta para essa questão a seguir.

Quais empresas que podem e devem fazê-lo?

Você talvez já tenha ouvido falar — ou mesmo dito a outros — que só empresas de grande porte, que transportam cargas perigosas e de alto valor, ou que lidam com os bens de outros é que devem se preocupar em fazer um seguro. Se esse conceito já passou pela sua mente, saiba que não é bem assim. Vamos explicar porque.

Será que por não se encaixar nas condições descritas acima uma empresa deveria correr o risco de perder seu prédio no caso de um incêndio, por exemplo? Com certeza não. Por isso, podemos dizer que qualquer empreendimento pode realizar um seguro empresarial. A única questão a ser levada em conta aqui são as condições de contratação.

Em outras palavras, cada empresa deve contratar aquilo que é necessário no seu caso. Não existe um tipo de pacote único de seguro que seja amplo a ponto de servir para todas as empresas.

Muito pelo contrário, há diferentes tipos de seguro, cada um com várias alternativas de cobertura, tudo para assegurar que nenhum empresário fique sem ter o que fazer quando alguma emergência afetar o seu negócio. Mesmo assim, você talvez ainda se pergunte qual é a real finalidade de fazer um seguro empresarial. É disso que vamos falar agora!

Qual é a sua finalidade?

De forma bastante simplificada, podemos dizer que a finalidade do seguro empresarial é proteger o patrimônio da empresa. Isso se aplica tanto ao prédio quanto aos móveis, equipamentos, materiais, etc.

Indo um pouco mais longe, dá até para colocar nesse grupo a imagem pública da empresa perante o mercado — no caso dos seguros de responsabilidade civil, sobre os quais vamos falar mais à frente — e dos funcionários. Esses dois últimos itens, inclusive, apesar de não serem parte do patrimônio físico, têm extrema importância para a saúde e para a operação diária do negócio.

De maneira prática, funciona da seguinte forma: ao acontecer qualquer problema que esteja dentro da cobertura contratada, a empresa recebe do seguro um pagamento, ou indenização, a fim de cobrir as despesas causadas.

O que será coberto, o valor de indenização para cada bem segurado e uma série de outros detalhes importantes ficam sempre contidos na apólice — como é chamado o contrato entre a seguradora e a empresa que a contratou. Por isso, é sempre importante ter a apólice à pronta consulta e entender os termos do que foi combinado, de modo que na hora de acionar o seguro não aconteçam frustrações.

Os 6 benefícios do seguro empresarial

Depois de entender o que é e como funciona um seguro empresarial, sua finalidade e para que tipo de empresa ele é direcionado, está na hora de ver os benefícios de contratá-lo.

Veja 6 benefícios que só o empreendedor segurado pode desfrutar:

Tranquilidade para focar no negócio

Tranquilidade: talvez este seja o benefício mais conhecido e apreciado por todos os que contam com um seguro, tanto pessoal como empresarial. Ter a sensação de estabilidade e saber que mesmo se algo der errado você e seus colaboradores terão o suporte necessário para continuar trabalhando é algo muito valioso.

Além disso, é bom lembrar que não estamos falando apenas de situações críticas, pois não é só de roubos, incêndios e enchentes que se faz uma cobertura de seguros. A maioria das seguradoras têm opções de ajuda e serviços 24 horas que facilitam muito sua vida em casos menores — como, por exemplo, quando acontecem danos ao edifício da companhia.

Ao se deparar com uma quebra de vidraça, um problema com encanamento ou outro caso que envolva a realização de reparos, você não terá que se preocupar em encontrar profissionais confiáveis.

Em vez disso, a única coisa que você terá de fazer é recorrer à seguradora e fazer valer esse recurso que, em muitos casos, já está incluso no plano contratado. Além de ter profissionais de qualidade realizando o serviço com rapidez, ele sai de graça ou com um custo bem mais baixo do que o usual.

Ajuda de profissionais qualificados nos momentos mais difíceis

E quando as situações mais críticas realmente acontecem? É impossível evitar que casos assim causem grande estresse para todos os envolvidos. No entanto, um seguro de qualidade pode minimizar consideravelmente essa sensação.

Ser atendido com rapidez e ver a transparência dos profissionais ao conduzi-lo pelos procedimentos necessários para resolver o seu problema certamente é um fator de alívio. Especialmente nesses momentos, fica ainda mais evidente que a escolha do seguro deve levar em conta muito mais do que o valor das parcelas ou o tamanho da cobertura.

Antes, é preciso que você também tenha o cuidado de avaliar a preparação dos profissionais envolvidos em te dar suporte. Infelizmente, algumas pessoas têm medo de contratar um seguro por conta de experiências ruins com esse serviço no passado.

Porém, com calma e bons critérios para escolher uma empresa parceira — sempre contando com a ajuda de uma corretora especializada — você certamente encontrará os profissionais certos para te ajudar em momentos tão complicados.

Economia de muito tempo e dinheiro

Ninguém aciona o seguro quando está tudo bem, não é mesmo? E quando as coisas vão mal, o tempo é mais precioso do que nunca. Por isso, outra vantagem de quem escolhe usar um seguro empresarial é a economia de tempo e, consequentemente, de dinheiro.

Será que dá para ver essa economia na prática? Com certeza. Imagine que a sua empresa sofre um revés e você não tem um bom seguro. Será que teria condições de reaver, por si mesmo, as condições de trabalho que tinha antes?

Quanto trabalho seria necessário para isso? E, mesmo que tenha o dinheiro necessário para fazer algo assim sem afetar seriamente a saúde do negócio, quanto tempo levaria até restabelecer o ritmo normal da empresa?

Com certeza, contratar um seguro é muito mais econômico do que deixar para agir somente quando acontecer o pior. Aliás, proteger o que já foi conquistado é um dos investimentos mais importantes que você pode fazer para garantir o crescimento e o futuro do empreendimento.

Descontos e vantagens em serviços úteis

Assim como já citamos certos serviços básicos que você pode utilizar como segurado — alguns disponíveis 24 horas por dia — , há também outras facilidades que vêm com o pacote de serviços.

Diversas seguradoras, por conta da necessidade de se destacar da forte concorrência, contam com imensas redes de parceiros que fornecem todo tipo de ajuda em questões diversas. Essas redes oferecem desde condições facilitadas na contratação de serviços úteis para o dia a dia até descontos e outras conveniências que de outra forma você não teria acesso.

É claro que, de modo isolado, esse benefício não apresenta vantagens suficientes para determinar a contratação de um seguro. Mas, tendo em vista que isso é parte do pacote de benefícios oferecidos, passa a ser um diferencial e tanto.

Além disso, a praticidade de ter uma série de serviços importantes à disposição de forma facilitada ajuda muito na produtividade, já que cada minuto é precioso para o bom desempenho do seu negócio.

Ajuda na retenção de talentos

Talvez você nunca tenha parado para pensar dessa forma, mas segurar sua empresa e garantir o bem-estar dos colaboradores é também uma excelente maneira de melhorar a retenção de talentos. Por que podemos dizer isso?

Para chegar a esta conclusão, basta pensar no que atrai um profissional a continuar na empresa, além do salário e dos benefícios financeiros oferecidos. Qualquer pessoa espera contribuir de forma ativa para o desenvolvimento da empresa em que trabalha, receber responsabilidades e compartilhar ideias inovadoras. Mas nada disso pode acontecer sem um ambiente apropriado.

Nisso está incluída a sensação de proteção e assistência, especialmente se o trabalho diário envolve situações potencialmente perigosas — como é o caso de fábricas, indústrias ou empregos que envolvam grande pressão e estresse.

Como a finalidade do seguro é proteger o patrimônio da empresa, manter os profissionais talentosos que fazem parte do seu time por quanto tempo for possível é, sem dúvida, uma forma de fazer isso.

Maiores chances de ter sucesso nos negócios

O problema de muitos empreendedores ao considerar a contratação de um seguro é focar somente naqueles benefícios que não desejam usar. Como assim? É comum que digam que o seguro é algo que pagamos para não usar, pois naturalmente ninguém espera que o pior aconteça com a sua empresa.

No entanto, esse raciocínio deixa de levar em conta como o seguro pode ser importante mesmo que o contratante nunca precise acionar a apólice. Pense nos fatores que listamos acima:

  • Tranquilidade para focar no negócio;
  • Economia de tempo e dinheiro;
  • Serviços confiáveis e de qualidade disponíveis o tempo todo; e
  • Melhores condições de reter os talentosos profissionais que você levou tanto tempo para juntar ao seu time.

Na verdade, o seguro não é um recurso de gestão de crise, que deve ser usado só nos piores momentos. Ele é uma forma de ajudar seu empreendimento a ser bem-sucedido desde já, e de garantir que, se algo acontecer, este sucesso não seja interrompido.

Agora que você já tem tantos motivos válidos para investir na contratação de uma apólice, como saber que tipo de seguro empresarial faz mais sentido no seu caso? É isso que você vai descobrir agora!

Qual seguro empresarial contratar para a sua empresa?

Esse é um dos pontos que causam grande dúvida em quem já tem interesse pela contratação de um seguro empresarial. Como fazer a escolha certa para o seu negócio?

Antes de fazer isso, é importante saber quais são as opções disponíveis no mercado e o que cada uma delas pode oferecer. A partir daí você terá condições de tomar a melhor decisão.

Seguros que protegem contra prejuízos

O seguro contra prejuízos é justamente o que costumamos pensar quando ouvimos falar em seguro empresarial. O que está incluído nesse tipo de cobertura? Todo tipo de condição adversa, seja causada por outras pessoas ou pela natureza, pode ser incluída nessa proteção. Alguns itens que podemos destacar são:

  • Roubos;
  • Bens físicos, como prédios e o que estiver dentro deles (equipamentos, mobília, computadores, etc.);
  • Frota de veículos da empresa;
  • Transporte de mercadorias;
  • Descumprimento de contratos;
  • Quebra de maquinário;
  • Despesas fixas;
  • Lucros cessantes;
  • Danos elétricos;
  • E outras.

Essa lista mostra que não são apenas bens físicos que podem ser segurados pela sua empresa. Afinal, há muito mais que pode ser colocado em risco que a sua mobília de escritório, não é mesmo?

No caso das despesas fixas, por exemplo, gastos como água, luz, salários dos colaboradores e outros encargos poderão ser pagos pela seguradora em caso de danos mais sérios, como incêndios.

Os lucros cessantes, por sua vez, resultam no pagamento das despesas fixas acompanhadas pelo pagamento do lucro bruto da empresa, em caso de ser preciso fechar temporariamente o local, por exemplo.

Seguros que cobrem as responsabilidades civis

Outra espécie de cobertura muito relevante diz respeito às responsabilidades civis, ou seja, aos danos que a sua empresa talvez cause a outros. Vale lembrar que alguns destes seguros são obrigatórios, dependendo do segmento da empresa e outros fatores.

Um exemplo simples de seguro obrigatório é o DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres), no caso de qualquer veículo registrado em nome da empresa.

Veja outros exemplos de seguro de responsabilidade civil (RC):

  • RC de estabelecimentos (comerciais e industriais);
  • RC de produtos;
  • RC de empregador;
  • RC de obras civis.
  • RC Profissional (Médicos, Advogados, Dentistas, Administradores, etc)

Existem muitos cenários em que uma empresa pode ser responsabilizada pelos danos causados a outros, e para cada um deles existe uma cobertura disponível para contratação. Nesse caso, vale atentar-se para o seu ramo de atuação, a fim de entender exatamente quais dessas opções se aplicam ao seu negócio.

Seguros que protegem os funcionários

Por último, mas não menos importante, vamos falar dos seguros voltados à proteção dos funcionários, para situações como lesões, doenças ou até mortes. De modo geral, essa proteção engloba quaisquer eventos que prejudiquem você ou seus funcionários, suas respectivas famílias e, claro, que afetem a empresa.

Alguns exemplos são:

  • Doenças graves;
  • Plano de previdência empresarial;
  • Acidentes pessoais;
  • Seguro de vida empresarial;
  • Seguro de proteção de renda;
  • Seguro de saúde empresarial.

São várias opções de cobertura para se certificar de que os empregados tenham sempre o melhor cuidado e se sintam tranquilos para desempenhar seu trabalho da melhor forma possível.

Por fim, tal proteção não deixa de ser um ótimo investimento, já que esse tipo de benefício faz toda a diferença na hora de atrair os profissionais mais qualificados, que trarão resultados acima da média para a empresa. No entanto, mesmo com uma ideia mais precisa do que está incluído em cada opção de seguro, vale ressaltar o papel de uma empresa especializada na venda desses serviços.

Por não ter a obrigação de vender exclusivamente uma solução disponível no mercado, e sim de ajudar o cliente e lhe prestar toda a assistência necessária mesmo depois da contratação, essas empresas se mostram mais confiáveis para te ajudar a tomar a melhor decisão, atendendo as necessidades do seu empreendimento.

Os tipos de cobertura do Seguro Empresarial

Outra questão que causa bastante dúvida é com relação à cobertura do seguro. O que deve ser incluído em cada pacote? O que são as coberturas opcionais e especiais e como saber se você precisa de alguma delas?

Entenda como funciona cada tipo de cobertura do seguro e tire suas dúvidas sobre como escolher a que mais se encaixa nas necessidades do seu empreendimento.

Cobertura básica

Naturalmente, a cobertura básica do seguro é a que apresenta o pacote mais enxuto de proteção, oferecendo somente o essencial para o segurado. Essa cobertura envolve apenas danos ocorridos por conta de incêndio, queda de raio dentro da área segurada pela empresa, explosões de todo tipo ou fumaça — quer seja decorrente de problema nos equipamentos internos ou de outros incêndios em propriedades vizinhas.

Com isso, o prédio e seu conteúdo ficam protegidos desses problemas específicos, ao passo que outras complicações, mesmo de gravidade similar — como inundações e ventanias — ficam de fora da apólice e por conta somente da sua empresa.

Coberturas opcionais

Visto que não são apenas incêndios, explosões e raios que podem causar danos sérios ao prédio  e aos funcionários , as seguradoras criaram outras alternativas de cobertura, que são opcionais.

A variedade de soluções que você pode contratar é enorme. Por isso, veja uma lista com as principais delas:

  • Danos elétricos;
  • Despesas fixas;
  • Lucros cessantes;
  • Problemas com equipamentos eletrônicos;
  • Danos externos a equipamentos estacionários (instalados para uso fixo no local segurado);
  • Despesas com instalações de qualquer espécie em novo local;
  • Colisão de veículos e aeronaves com o prédio;
  • Fidelidade (proteção contra danos causados à empresa pelos empregados);
  • Recomposição de registros e documentos em caso de incêndio;
  • Roubo de valores;
  • Inundações, alagamentos e outros desastres naturais.

Apesar de essa lista não compreender todas as coberturas opcionais de seguros, o seu corretor pode ajudá-lo a entender ainda melhor cada uma delas, bem como outras que possam ser de seu interesse.

Coberturas especiais

As coberturas especiais foram criadas para ir um pouco mais longe e oferecer não só uma proteção tão completa quanto possível, como, em alguns casos, maior conveniência e praticidade.

Veja alguns itens cobertos:

  • Responsabilidade civil de empregador;
  • Responsabilidade civil de produtos e mercadorias;
  • Responsabilidade civil de guarda de veículos de terceiros.
  • Assistência 24 horas (chaveiro, eletricista, encanador, etc.);
  • Roubo de mercadorias em trânsito;
  • Perda de ponto comercial.

Como escolher a melhor cobertura

A empresa que vai contratar um seguro precisa escolher pelo menos a cobertura básica e uma opcional. Porém, como escolher em meio a tantas alternativas? Algo importante a se lembrar é que diversas seguradoras incluem as coberturas opcionais e especiais em uma única categoria, para facilitar a contratação dos serviços.

Seja qual for o caso, contratar todas as soluções listadas aqui nem sempre será necessário, dependendo do tipo de empreendimento que você comanda. O mais importante é, com a ajuda do seu corretor, entender o que cada uma dessas escolhas significa na prática, e como elas afetam a sua empresa.

Não resta dúvidas de que contar com um seguro empresarial é a melhor solução para a sua empresa se manter protegida. Por contar com a ajuda de uma corretora de seguro especializada, você vai conseguir ver além dos preços, e entenderá exatamente quais são as opções que fazem mais sentido para a sua empresa.

Gostou de saber mais sobre o seguro empresarial? Siga o blog no Facebook e no Instagram para continuar acompanhando outras dicas e informações práticas!


Sobre Hygons Hypolito

"O maior beneficio dos seguros é dar tranquilidade para que as pessoas possam sonhar, ousar e realizar com a certeza de que os riscos de viver e trabalhar estão protegidos." Sou empreendedor, corretor de seguros, empresário, curioso, eterno aprendiz, viciado em tecnologia.


Sua opinião é o meu combustível!

Um pensamento em “6 coisas que você precisa saber sobre os Seguros Empresariais