Saiba o que avaliar no momento de escolher uma seguradora


 

Você trabalhou duro para construir o seu patrimônio e o de sua família, certo? Em função disso, nada mais natural que você queira proteger todo o investimento feito na aquisição de seus bens materiais ou, mesmo, que se preocupe com seus herdeiros ou dependentes caso alguma coisa aconteça a você, não é?

Dentro desse contexto, a contratação de seguros surge como a melhor opção, garantindo tranquilidade e confiança de que seus bens e sua família estarão protegidos e segurados em casos de acontecimentos imprevistos. Porém, é muito importante ter bastante cuidado na hora de escolher uma seguradora (a empresa que vende os seguros).

Nessa escolha, alguns equívocos podem ser cometidos, uma vez que a maioria das pessoas não possui um profundo conhecimento sobre tipos de seguros e apólices, bem como da importância de escolher uma seguradora idônea e de credibilidade. O resultado? Você pode ficar na mão justamente no momento em que mais necessita do seguro, ou seja, quando ocorre um sinistro.

Para ajudá-lo nessa questão, escrevemos este post. Ao longo do texto, você aprenderá dicas bastante valiosas sobre como acertar em cheio na hora de escolher uma seguradora. Vamos lá?

O trabalho de uma seguradora

Hoje em dia, as companhias de seguro estão sendo vistas como uma base de suporte e uma garantia de tranquilidade, conforto e paz de espírito para muitas pessoas. E não é para menos! Essas empresas trabalham exclusivamente com a venda de apólices dos mais diversos tipos de seguros: de automóveis, residencial, de vida, saúde, entre muitos outros. A cada dia, novas modalidades de seguro surgem.

Resumidamente, ao contratar uma apólice de seguro para determinado bem material ou situação de vida, você pagará um valor predeterminado em contrato. Em caso de sinistro, ou seja, caso ocorra exatamente alguma das situações previstas na contratação, a seguradora é acionada e você receberá o valor do prêmio contratado.

Obviamente, existem muitas variações nesse sistema, dependendo do tipo de seguro, da empresa seguradora, do seu perfil de cliente e de inúmeras outras variáveis. No caso de seguro de automóveis, por exemplo, é bastante comum a obrigatoriedade do pagamento da chamada franquia, em caso de sinistro.

A franquia é um valor, estipulado no momento da contratação da apólice, que o segurado deverá desembolsar para “ativar” o seguro em caso de sinistro. Esse valor pode ser mais alto ou mais baixo, tudo dependerá do tipo de seguro e da seguradora que você escolher.

A grande maioria das seguradoras disponibilizam a seus segurados os mais variados tipos de seguros, coberturas, prêmios e serviços adicionais. Por isso, é importante pesquisar bastante, a fim de encontrar aquela que supre totalmente as suas necessidades e que lhe ofereça um valor que caiba em seu orçamento.

Além disso, é bom esclarecer que a função principal de uma seguradora é (ou pelo menos deveria ser), o de facilitar a sua vida em momentos difíceis ou conturbados. Porém, caso você cometa algum erro ao escolher a empresa, o pagamento do prêmio poderá ser dificultado e acabar se tornando um motivo a mais de estresse e de preocupação. Justamente o oposto do que você tinha em mente ao contratar um seguro, certo?

Por isso, tenha sempre muito claro que a escolha de uma seguradora idônea é essencial na hora de contratar qualquer tipo de seguro. Afinal, você deve ter a absoluta certeza de que ela não falhará justamente no momento em que deveria lhe ajudar.

Os diferentes tipos de seguro

Como citamos anteriormente, as empresas seguradoras costumam ofertar diversos tipos de seguros aos seus clientes. Hoje em dia é possível segurar quase tudo, desde bens materiais como sua casa, seu carro, joias e obras de arte, até coisas imateriais, como saúde e vida. Além disso, há também cobertura para pagamento de faculdade, seguro aluguel, seguro condomínio, seguro viagem. Enfim, a lista é bastante longa.

Existem hoje, no Brasil, 95 diferentes ramos de seguros classificados oficialmente, cada um com diferentes níveis de detalhamento. Abaixo, listamos os seguros que costumam estar presentes com mais frequência na vida das pessoas. Confira:

Seguro de automóvel

O seguro de automóvel tem a função de proteger o investimento que você realizou ao comprar o seu carro, seja ele zero quilômetro, usado ou seminovo. Ao contratar um seguro desse tipo, você poderá segurar seu automóvel contra furto, roubo, incêndio, colisões, danos contra terceiros, entre outros serviços adicionais.

O seguro de automóvel é um dos tipos de seguro que, na maioria das vezes, possui um valor de franquia estipulado no momento da assinatura do contrato. De modo geral, quanto mais alto for o valor da franquia contratada, mais barato será o valor do seguro.

Além disso, o perfil do dono do carro, bem como o das pessoas que possuem autorização para conduzi-lo, influi de maneira significativa no valor final do seguro. Fatores como sexo, idade, estado civil, tempo de CNH, quantidade de multas e tipo de trabalho costumam ser os principais.

O local em que você mora, onde o carro ficará estacionado a maior parte do tempo e a presença ou ausência de alarmes e sistemas antifurto também costumam ser variáveis levadas em consideração na hora de calcular o preço final de um seguro de automóvel.

Seguro residencial

Esse tipo de seguro tem como objetivo principal assegurar a reconstrução de sua residência em caso de incêndio, quedas de raios ou explosões. Também é possível contratar adicionais para a cobertura de bens materiais que estejam dentro da residência, como eletrodomésticos, eletrônicos e demais itens de valor.

O seguro residencial também pode ser complementado com a adição de cobertura contra roubos, desmoronamentos, impacto de veículos, queda de aeronaves, vendaval, furacão, ciclone, chuva de granizo, danos elétricos, entre outros. Obviamente, quanto mais adicionais forem incluídos na apólice, mais cara ela ficará.

A grande maioria das seguradoras costuma oferecer um pacote de serviços bastante interessante para os clientes que contratam um seguro residencial. Chaveiro 24 horas (caso você perca suas chaves, por exemplo), limpeza de caixa d’água, desentupimentos e reparos elétricos são alguns exemplos.

Seguro de vida

A cobertura principal de um seguro de vida (também obrigatória) é a cobertura para morte, que pagará aos beneficiários do seguro — previamente descritos na apólice, a indenização contratada em caso de morte do segurado. Esse é um tipo de seguro que quase ninguém gostaria de utilizar, mas é importante, principalmente quando se possui muitos dependentes. Dessa maneira, caso algo aconteça com você, eles estarão protegidos financeiramente durante algum tempo.

Além da cobertura para morte (seja ela natural ou acidental), também é possível contratar coberturas adicionais no seguro de vida: invalidez total ou parcial, diárias de incapacidade temporária, gastos com saúde, diárias por internação hospitalar e doenças graves.

Seguro educacional

Apesar de ainda não ser muito conhecido pelas pessoas em geral, o seguro educacional vem ganhando mais adeptos a cada dia que passa. E não é para menos! Ao contratar esse tipo de seguro, a educação dos seus filhos, do maternal até a faculdade, estará garantida caso você se veja incapaz de arcar com as mensalidades, seja por situações de desemprego, invalidez, doença ou morte.

Apesar de essa modalidade de seguro exigir um limite de idade para sua contratação — geralmente entre 16 e 70 anos —, bem como comprovação de bom estado de saúde e de estar em plena atividade profissional, ele é uma excelente opção na hora de garantir a educação de seus dependentes.

Afinal, ele funciona como um tipo de bolsa de estudos, garantindo o pagamento das mensalidades da escola ou faculdade até o fim do curso, caso alguma eventualidade aconteça com você.

Seguro viagem

A última coisa que você deseja na hora de fazer aquela viagem tão sonhada e programada nos mínimos detalhes é que algum imprevisto ou acidente ocorra, certo? E apesar de ninguém pensar muito sobre isso, estar segurado caso alguma casualidade surja durante a viagem é uma maneira de garantir a tranquilidade e o sucesso da empreitada.

E é exatamente para isso que serve o seguro viagem. Seja para destinos dentro do Brasil ou até mesmo para o exterior, esse tipo de seguro costuma cobrir riscos que envolvem embarque, estadia no local e retorno de todos os viajantes.

A boa notícia é que esse tipo de seguro não costuma ter um valor muito alto — menos de 5% do valor total da viagem. O preço da apólice varia com o destino, número de viajantes e quantidade de dias da viagem.

De maneira geral, as coberturas básicas de um seguro viagem costumam incluir despesas médicas, hospitalares e odontológicas, traslado de corpo, translado médico, morte em viagem e invalidez total ou parcial devido a acidente durante a viagem.

Além disso, há a opção de contratação de serviços e coberturas adicionais como extravio de bagagem, funeral, cancelamento da viagem e regresso antecipado. Obviamente, quanto mais ampla for a cobertura do seguro viagem, maior será o valor da apólice.

Muitas vezes, quando se trata de viagens ao exterior, o seguro viagem é item obrigatório para que se possa entrar no país de destino. Por isso, fique atento a essa questão na hora de planejar a tão sonhada viagem para o exterior. Sempre pergunte ao seu agente de viagens quais coberturas devem ser obrigatoriamente contratadas para que você e sua família possam viajar.

Esses são apenas alguns tipos de seguros, contratados com bastante frequência pelas pessoas que buscam proteger da melhor maneira os bens adquiridos durante a vida ou a estabilidade financeira de suas famílias. Mas como você deve ter percebido até aqui, mesmo quando se tratam dos “seguros tradicionais”, existem inúmeras variações e tipos de cobertura.

E como saber qual a mais adequada para o seu caso? É exatamente sobre isso que trataremos no próximo tópico deste artigo. Continue a leitura para saber mais!

Avaliando a cobertura de um plano

Ao contratar qualquer espécie de seguro, diversos tipos de cobertura serão oferecidas pela empresa seguradora. E é aqui que você deve ter bastante cuidado, para não acabar contratando adicionais e serviços que não se encaixam em sua realidade e que você jamais vai utilizar.

Apesar de sempre existir uma “cobertura padrão” ao contratar qualquer tipo de seguro, fique atento para não pagar a mais por serviços desnecessários. Caso você more em um apartamento, por exemplo, ao incluir um adicional que prevê cobertura por inundações, você provavelmente estará jogando dinheiro fora, uma vez que é baixíssima a possibilidade de uma inundação nesse tipo de residência.

Por outro lado, é uma excelente opção contratar uma cobertura contra danos a terceiros, no caso de seguro de automóveis. Apesar de ser facultativa, ela protege o segurado de danos materiais, corporais e morais causados a outras pessoas quando ele é o responsável pelo acidente. Além disso, incluir essa cobertura em sua apólice de seguro de automóvel costuma acrescentar um valor bastante baixo no total do seguro.

Por isso, antes de contratar qualquer tipo de seguro, estude atentamente as diferentes coberturas oferecidas pela empresa e reflita sobre a necessidade de cada adicional ou serviço a ser contratado. Dessa maneira, você evita gastos desnecessários com coisas ou situações que possuem baixíssimo risco de ocorrer, bem como não deixa nenhuma situação importante de fora da apólice.

Custo x Benefícios

O valor de uma apólice de seguro, com exatamente a mesma cobertura, pode variar imensamente entre uma empresa seguradora e outra. Assim, fica evidente que você deve realizar uma pesquisa bastante cuidadosa, pesando os custos e benefícios que cada uma lhe oferece, não é?

Porém, nesse ponto, temos que chamar atenção para um aspecto extremamente importante: sempre desconfie de apólices com valor muito abaixo do mercado. Acredite, você pode estar comprando gato por lebre e certamente terá muitas dores de cabeça e estresse caso realmente necessite ativar os serviços do seguro.

Por outro lado, algumas seguradoras podem oferecer serviços extremamente úteis e vantajosos para você por um valor adicional que cabe no seu orçamento. Alguns dos exemplos são: guincho disponível 24 horas por dia, reparo de eletrodomésticos da linha branca (os de maior porte, como geladeira ou fogão) ou a garantia da quitação das parcelas do seguro caso você fique desempregado.

Assim, antes de bater o martelo e contratar uma apólice de seguro, seja ele qual for, tenha a certeza de que ela atende a todas as suas necessidades, possui um valor viável para a sua realidade e que é a melhor opção disponível no mercado para o seu caso. Dessa maneira, a chance de você acertar em cheio na escolha aumenta de maneira significativa, pode acreditar!

Os corretores envolvidos

O corretor de seguro é o profissional responsável por fazer a “ponte” entre você e a empresa seguradora. Além disso, é ele quem vai lhe apresentar os tipos de seguros existentes, bem como as distintas coberturas que a empresa oferece, auxiliando-o diretamente a realizar a melhor escolha.

Justamente por ter uma importância bastante considerável na hora de contratar um seguro, é essencial que você escolha com atenção quem será o seu corretor. Tenha o mesmo cuidado que você tem ao escolher um médico para você ou sua família. Afinal, você deve confiar inteiramente no trabalho e na ética desse profissional, certo?

Ao ter um corretor de sua confiança, você sempre terá a certeza de que ele conseguirá os preços e ofertas mais atraentes e lhe manterá atualizado sobre o assunto. Além disso, você não precisará se preocupar com detalhes burocráticos que você não domina.

A posição da seguradora no mercado

Essa é outra questão superimportante e que não pode ser ignorada no momento de escolher uma seguradora. Muito além dos preços e possibilidades de coberturas e apólices oferecidas, é preciso verificar a posição da seguradora dentro do mercado.

Há quanto tempo ela atua? Ela está em situação legal frente aos órgãos reguladores da categoria? Entre todas as seguradoras, ela está entre as principais do mercado? Ela conta com um bom time de corretores?

Essas são apenas algumas das perguntas que você deve fazer a si mesmo antes de contratar os serviços de qualquer seguradora. A boa notícia é que, com a chegada da era da informação e da hiperconectividade, descobrir as respostas para essas perguntas tornou-se uma tarefa bastante fácil.

Você pode fazer isso consultando o site de órgãos reguladores desse tipo de atividade empresarial, como a Superintendência de Seguros Privados (Susep) ou a Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg). Nessas páginas, você poderá encontrar informações sobre praticamente todas as seguradoras do país.

Reputação e estabilidade

Além de recolher informações suficientes para assegurar a posição da seguradora onde você pretende contratar o seu seguro no mercado, é interessante também obter dados sobre sua reputação e estabilidade financeira, com o objetivo de evitar surpresas desagradáveis.

Para isso, tente descobrir o que os clientes e ex-clientes da empresa estão falando sobre ela. Verifique o grau de satisfação das pessoas que contrataram a seguradora, busque por reclamações ou críticas em redes sociais e no site especializado Reclame Aqui, por exemplo.

Procure saber também se clientes antigos da seguradora possuem algum tipo de benefício ou recompensa, como descontos nas taxas, coberturas ou serviços adicionais ou atendimento personalizado, por exemplo.

Por fim, é extremamente necessário que você cheque como está a saúde e a estabilidade financeira da seguradora. Afinal, na hora da ocorrência de um sinistro você quer ter a segurança de que o prêmio contratado será pago sem maiores complicações, não é mesmo?

A opinião de um revendedor

Se você acompanhou a leitura deste post até aqui, já deve estar ciente de que, na hora de escolher uma seguradora, muitos pontos devem ser levados em consideração. E caso você ache que esse trabalho de pesquisa e busca da melhor seguradora para o seu caso é muito árduo, contar com o auxílio e a opinião de um revendedor é, sem dúvidas, a melhor alternativa.

Para quem não sabe ou não conhece, as revendedoras de seguros são empresas que reúnem os serviços das melhores seguradoras do mercado em um só local (na maioria dos casos em um site na internet). Dessa maneira, por meio desses portais, você pode ter acesso às coberturas e valores de diversas seguradoras, sem a necessidade de sair de casa!

Além disso, esse tipo de empresa conta com profissionais altamente qualificados e experientes no assunto, que podem lhe auxiliar a escolher a melhor seguradora, o melhor seguro e a melhor cobertura para o seu caso! Ou seja, diminui consideravelmente o risco de você se equivocar na contratação da apólice ou de comprar de uma empresa não idônea.

Por meio da utilização dos serviços de uma revendedora de seguros, é possível contratar todo e qualquer tipo de seguro, desde os mais tradicionais, como de automóveis, residencial e de vida, até mesmo os menos comuns, como os empresariais, seguros para eventos e para bens específicos, como smartphones.

Por fim, uma das maiores vantagens das revendedoras está em seu excelente atendimento pós-venda. Geralmente, essas empresas têm como foco principal o auxílio ao cliente justamente quando ele mais precisa: no momento do sinistro.

Assim, poder contar com os serviços e o auxílio de uma revendedora de seguros é uma garantia de tranquilidade e certeza de que tudo sairá conforme o planejado, ainda que algum imprevisto ocorra em sua vida. Exatamente o que você espera ao contratar uma seguradora, não é mesmo?

Apesar de parecer uma tarefa difícil e complicada à primeira vista, escolher uma seguradora idônea, de confiança e que lhe preste o auxílio que você deseja em momentos difíceis não é assim tão complexo como você imaginava. Basta ficar atento a todas as dicas e sugestões listadas aqui neste post, colocando-as em prática antes de assinar qualquer apólice.

Dessa maneira, você diminuirá consideravelmente os riscos de não ter suas necessidades atendidas, nem de pagar por serviços e coberturas que você jamais utilizará. Use todo o conhecimento adquirido neste artigo na hora de escolher uma seguradora. Acredite, você não vai se arrepender!

E então? Gostou desse conteúdo? Acha que ele foi útil para você? Então não deixe de curtir a nossa página no Facebook e fique por dentro de todo o conteúdo publicado em nosso blog!


Sobre Hygons Hypolito

"O maior beneficio dos seguros é dar tranquilidade para que as pessoas possam sonhar, ousar e realizar com a certeza de que os riscos de viver e trabalhar estão protegidos." Sou empreendedor, corretor de seguros, empresário, curioso, eterno aprendiz, viciado em tecnologia.

Sua opinião é o meu combustível!